5 Alimentos Que Teu Gato Não Tem que Ingerir

20 Feb 2018 23:01
Tags

Back to list of posts

Conheça 5 alimentos que teu gato não tem que ingerir. Quem tem gato entende a lição: gatos são muito sensíveis e são capazes de passar mal ou até morrer por motivos supostamente inocentes. Alimentos e remédios, que poderiam causar uma ligeira indisposição em cachorros, conseguem matar um gato. Há pouco tempo fui adotado por uma gatinha. Xandoca se instalou no quintal e adorou a ampla caixa de transporte que transformou em lar.No momento em que não está comendo ou tomando sol, com certeza está dormindo no interior aconchegante, forrado com algumas camisetas que não usava mais. Pra ela, só forneço ração seca, específica pra gatos, e Whiskas de incontáveis sabores. Nada de correr riscos desnecessários. ALHO E CEBOLA - Alho podes ser dado em pequenas quantidades pra cães, no entanto nem isto para gatos. São bastante tóxicos pros felinos por conter dissulfeto de alipropila e alicina, substâncias que destroem os glóbulos vermelhos e causam anemia. A cebola necessita ser considerada um veneno pra cães e gatos. O alimento é proibido pra ambos, daí os riscos de dar restos de comida pra nossos animais.Alho e cebola são ingredientes a toda a hora usados no tempero da comida que consumimos. UVAS - Presente em todas as listas de alimentos proibidos, as uvas são venenos para cães e gatos. Teu consumo em excedente circunstância sérios dificuldades renais. LEITE - Os filhotes conseguem fazer emprego do alimento até 45 dias de vida.Após esse tempo a lactase se torna inativa e a lactose não será digerida, causando diarreia. O iogurte, ao contrário, não faz mal e poderá fazer parte da dieta do gatinho. CARNE COM GORDURA - É vício comum em diversos lares, ceder os restos da carne que está sendo limpa para os animais de estimação. Cães e gatos disputam os pedaços de carne com gordura que não servirão para o cardápio da família.A gordura em excesso faz mal a cães e gatos que circunstância obesidade, problemas renais e circulatórios, e também provocar diarreia e vômitos. PEIXES COM ESPINHA - Uma vez socorri um gato de via que ficou com uma espinha presa pela garganta. Não conseguia consumir nem sequer consumir. Estava apático e iria morrer.Achei que, insuficiente antes, fora presenteado com uma sardinha crua. Corri com ele ao veterinário. Após ser examinado e anestesiado, a espinha foi retirada com o uso de uma pinça, sem necessidade de cirurgia. Torço que esta tabela, que poderia ser bem superior, seja útil de algum jeito. Xilitol, embutidos, chocolates, café, bebidas alcoólicas, repolho, rúcula, massa de pão e bolo, abacate, também são alimentos proibidos. Voltaremos ao assunto com mais dicas.Alho: As toxinas sulfóxidos e dissulfetos são muito concentradas, o que podes ser altamente perigo pros gatos. Os principais sintomas incluem vômitos, urina vermelha e fragilidade. Tomate: Contém solanina, que é tóxico pros gatos mesmo se ingerido em pequenas quantidades, podendo ser fatal. Os sinais de alerta são vômitos, diarréia, posicionamento desorientado e paralisia. Abacate: Contém a toxina persin, que afeta o sistema digestivo e o tecido muscular cardíaco dos gatos, podendo resultar em sintomas como letargia, problemas respiratórias, diarreia e vômitos. Quarenta e dois "Srta. Pernaguinho" 154 "Apareça, Nº dezoito!" O Final do Túnel 26 de Agosto de 1992 MODA PRAIA MOVIMENTA COMÉRCIO Pela AV. MONSENHOR TABOSA Para o CARNAVAL Palpável disse Mr. Rupert Thomas Encerar bolas de futebol com Bombril e sebo para não ressecar Dicas pra fazer teu cão beber águais?2lB03k_ziTVEMSbfNYOsiQ0btz09OL3sTVIdGtrPsz4&height=214 Balas e pirulitos: Possuem xilitol, uma substância tóxica. Além do mais, produtos açucarados causam problemas dentários e hepáticos, acumulando muita gordura no fígado. Bebidas alcoólicas: Seja só um pouquinho ou por brincadeira, atacam o sistema nervoso dos gatos. Os efeitos são vômitos, diarreia, inexistência de coordenação, letargia, tremores, dificuldades respiratórios, convulsões e até estados de coma ou a morte.Pão e massas em geral: Não há inevitabilidade nesse consumo, pois que o máximo que vai fazer é deixar o gato acima do peso. Os felinos não precisam dos carboidratos. Bem como podem fermentar no estômago do felino e causar dores abdominais, inchaço, letargia, desorientação, convulsões e até estados de coma ou a rutura do estômago/intestinos.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License